Philips apresenta soluções centradas nos pacientes, ajudando-os a relaxar durante as provas de diagnóstico

Janeiro 26, 2015

  • A solução "Patient in bore Experience" (experiência do paciente no túnel) apresentada no RSNA 2014 está desenhada para aumentar o conforto e o relaxamento do paciente, assim como para melhorar a eficiência geral do exame
  • A Philips trabalha para conseguir o que se chama "first time right", ou seja, conseguir uma boa imagem na primeira tentativa, eliminando assim a necessidade de repetição de exames por falta de qualidade de imagem ocultando possíveis evidências diagnósticas

 

Lisboa, Portugal – Submeter-se a provas de diagnóstico é sempre uma situação sensível para o paciente. O medo do diagnóstico, os nervos, a claustrofobia, etc, fazem com que em muitas situações se tenha de repetir os exames. Esta dificuldade afeta não só o paciente como o Sistema de Saúde, que se vê prejudicado pela repetição dos exames, as consequentes listas de espera, e o aumento dos custos ao ter de fazer a prova várias vezes.

 

"É muito importante gerar confiança porque a ansiedade é inerente ao paciente doente que quer que resolvamos o seu problema e está preocupado com ele. Um tratamento adequado por um profissional competente, um ambiente físico agradável e uns equipamentos modernos que implementam aspetos importantes na comodidade do paciente ajudam muito" afirma a Doutora Concha González Hernando, Chefe do Serviço de Radiodiagnóstico do Hospital Universitário Puerta de Hierro em Majadahonda, Madrid. 


A Philips anunciou na RSNA o lançamento da solução Patient In-bore Experience desenhada para reduzir a ansiedade do paciente e o seu movimento durante as ressonâncias magnéticas (MRI). A solução é a última inovação dentro do portefólio de Ambient Experience de Philips, que integra iluminação dinâmica, projeção, som, desenho espacial, e melhoras do fluxo de trabalho para permitir aos hospitais criar ambientes atrativos e confortáveis para os pacientes.

 

A RM é uma das ferramentas de diagnóstico mais importante na prática clínica. As investigações mostram que os desenhos do túnel, as restrições de movimento, o tempo total de exame e os ruídos gerados pelo equipamento podem provocar ansiedade significativa nos pacientes . Perante imagens de má qualidade, resultado do movimento do paciente, volta-se a fazer o exame, aumentando assim os custos e o desconforto para pacientes e profissionais. Muitos anos de investigação e experiência no campo demonstraram que certas distrações sensoriais podem ajudar a acalmar os nervos dos pacientes, o que os ajuda a permanecer imóveis.

 

"Independentemente de quão sofisticadas e eficazes sejam agora as soluções de imagem, a maioria das pessoas que enfrentam  algum tipo de análise diagnóstica estão normalmente ansiosas e assustadas, simplesmente pelo motivo pelo qual se têm que submeter ao exame", disse Luis Cuevas, Diretor de Diagnóstico por Imagem da Philips Ibérica. "Aplicamos os nossos pontos fortes, combinando a nossa experiência na tecnologia de consumo, iluminação, e saúde, para criar uma experiência agradável para os pacientes durante os exames de ressonância magnética."

 

Desde que o paciente é colocado no equipamento – o momento em que as pessoas reportam mais ansiedade – até a finalização do exame, a solução de Philips rodeia os pacientes com imagens atrativas. Também podem ouvir música e outros sons através de auriculares. Os relaxantes elementos audiovisuais podem ajudar os pacientes a tranquilizar-se e a permanecer quietos durante a análise.

 

À medida que o acesso das pessoas à Informação vai aumentando, surge uma nova geração de pacientes. Hoje em dia estão mais informados acerca das suas condições médicas e as opções de tratamento, e portanto exigem maior leque de opções sobre como e onde ser tratados. Como resultado, os hospitais estão cada vez mais centrados nas pessoas e em como satisfazer os seus pedidos, tendo como objetivo oferecer um ambiente e uma experiência que ajude os pacientes a lidar com um período difícil da sua vida.

 

A obtenção dos resultados na primeira tentativa, outro dos pontos críticos para pacientes e profissionais, está cada vez mais próxima 

 

Em muitas ocasiões, a repetição das provas é outro dos ‘cavalos de batalha’ para pacientes e profissionais. Se submeter-se a uma análise é complicado, a situação piora quando a primeira prova diagnóstica não é conclusiva e o especialista se vê obrigado a pedir provas adicionais.

 

Por isso, a Philips trabalha para conseguir o que se chama "first time right", ou seja, conseguir uma boa imagem na primeira tentativa, eliminando assim a necessidade de repetir provas por falta de qualidade de imagem ou por não poder ver na prova o necessário para fazer o diagnóstico.

 

Na 100 Reunião Anual da RSNA, a Philips apresentou uma nova solução de Ressonância Magnética para melhorar a comodidade do paciente e melhorar o fluxo de trabalho. A Ingenia 1.5TS está desenhada para obter a melhor imagem "à primeira tentativa". O sistema une-se assim à carteira global de soluções de diagnóstico por imagem da Philips, concebidos para melhorar a qualidade de imagem e ajudar os profissionais de saúde a controlar a eficiência do fluxo de trabalho.

 

A obtenção de imagens com uma qualidade que não permite tirar conclusões devido ao movimento do paciente é um problema constante, o que torna difícil aos médicos obter resultados precisos na primeira tentativa. A repetição de um exame pode deitar por terra a agenda de um dia inteiro, com atrasos de entre duas ou três horas, o que afeta o rendimento e a satisfação do paciente. A Ingenia 1.5TS está desenhada para obter imagens "à primeira", abordando a questão de maneira holística.

 

"O nosso objetivo é melhorar a experiência dos pacientes e dotar ao mesmo tempo os radiologistas com a melhor tecnologia, aumentando a confiança diagnóstica" disse Luis Cuevas.

 

A Ingenia 1.5TS combina magníficas técnicas de imagem (eliminação de gordura e correção do movimento) que facilitam excelentes resultados "à primeira", com tempo de exame mínimo, inferior a 8 minutos nos tipos de exame mais comuns. 

 

Descarregue deste link as imagens dos produtos apresentados pela Philips na RSNA 2014: http://we.tl/ETGiR2sLoe.

__________________________

 

 i van Minde D, Klaming L, Weda H. Pinpointing Moments of High Anxiety
During an MRI Examination. International Journal of Beavioral Medicine 2013, DOI 10.1007/s12529-013-9339-5

Para mais informação:

Mais informação sobre o Relatório das Empresas mais inovadoras de Boston Consulting Group aquí.

 

Ángeles Barrios

Philips Ibérica

Directora de Comunicación, RR.PP. y RSC

Tel: 915669040

angeles.barrios@philips.com

 

Beatriz Jiménez

Philips Ibérica

Comunicación, RR.PP. y RSC

91 5669186

beatriz.jimenez@philips.com

.

Sobre a Royal Philips

A Royal Philips (NYSE: PHG, AEX: PHI) é uma empresa cujas atividades cobrem todos os aspetos de Cuidado de Saúde e Bem-estar, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida das pessoas através das inovações nas áreas de Consumo e Estilo de Vida, Cuidados de Saúde e Iluminação. Com sede na Holanda, a Philips tem um volume de negócios de 23.300 milhões de Euros em 2013 e emprega aproximadamente 114.000 funcionários em mais de 100 países. A companhia é líder global em cuidados críticos e problemas cardíacos, telemonitorização, em soluções para iluminação baseada na eficiência energética e novas aplicações de iluminação, bem como uma sólida posição de liderança no barbear, cuidados pessoais e saúde oral. Para conhecer as últimas notícias sobre a Philips consulte o site: www.philips.pt

 

.