Centro de notícias | Portugal

out 28, 2021

O fio-guia de pressão OmniWire, pioneiro no setor, proporciona importantes benefícios nas intervenções coronárias em Portugal

  • O primeiro fio-guia de pressão de núcleo sólido do mundo já está a ser utilizado em alguns hospitais portugueses.
  • A guia de pressão da Philips facilita o manuseamento ao longo do sistema circulatório do paciente, possibilitando a medição da pressão arterial e a colocação de cateteres e stents.
  • "Permite uma avaliação funcional das lesões coronárias num único dispositivo e ainda a realização de uma intervenção coronária sem perda de tempo na troca de fios", observa o professor Fausto J. Pinto, chefe do departamento de Cardiologia do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte.
Lisboa, 28 de outubro de 2021 – O fio-guia de pressão Omniwire da Philips, o primeiro de núcleo sólido do mundo para intervenções coronárias, que já está a ser utilizado em alguns hospitais portugueses, proporciona importantes benefícios aos profissionais, permitindo-lhes manusear mais facilmente a guia de pressão ao longo do sistema circulatório do paciente, para a medição da pressão arterial ao longo do vaso e a colocação de cateteres e stents. A guia de pressão, que foi apresentada recentemente no evento virtual do EuroPCR 2021, já está a ser utilizada no Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte.
Este tipos de inovações permitem realizar uma intervenção coronária com mais confiança e melhorar a forma como decorre a intervenção, incluindo a redução do tempo da mesma".

Professor Fausto J. Pinto

Chefe do departamento de Cardiologia do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte e presidente da World Heart Federation.

Até à chegada do OmniWire, os fios-guias de pressão, que se revelaram como um instrumento muito útil na avaliação fisiológica das estenoses coronárias moderadas, pecavam pelas propriedades de navegabilidade das guias de pressão convencionais de intervencionismo. "Este tipos de inovações permitem realizar uma intervenção coronária com mais confiança e melhorar a forma como decorre a intervenção, incluindo a redução do tempo da mesma", reconhece o professor Fausto J. Pinto, chefe do departamento de Cardiologia do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte e presidente da World Heart Federation.

 

Navegabilidade e pouca perda de calibração

As suas características permitem melhorar significativamente a manipulação intracoronária, quer em termos de substituição, quer na forma como permite avançar na árvore coronária através de regiões estenosadas ou calcificadas”.

Professor Fausto J. Pinto

Chefe do departamento de Cardiologia do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte e presidente da World Heart Federation.

Duas das novidades que apresenta são a sua magnífica navegabilidade e uma reduzida possibilidade de descalibração. "As suas características permitem melhorar significativamente a manipulação intracoronária, quer em termos de substituição, quer na forma como permite avançar na árvore coronária através de regiões estenosadas ou calcificadas", observa o professor Fausto J. Pinto. "Permite igualmente obter um melhor sinal radiológico, o que melhora a visibilidade", acrescenta o especialista.

 

De acordo com o professor Fausto J. Pinto, a melhoria das características da guia de pressão como instrumento intracoronário possibilita a sua utilização em contextos anatómicos mais complexos. "A sua utilização pode ser bastante alargada no intervencionismo coronário, ou seja, na avaliação do significado funcional de lesões ambíguas ou do local onde a decisão de intervir, ou não, seja o mais fundamentada possível. É neste contexto que o temos utilizado".

 

Vantagens para o profissional e para o paciente


Com o OmniWire, o profissional tem à sua disposição um fio-guia de pressão que permite "uma avaliação funcional das lesões coronárias num único dispositivo, bem como a realização de uma intervenção coronária sem perda de tempo na troca de fios", afirma o professor Fausto J. Pinto.

 

O especialista esclarece que, no futuro, os principais desafios prendem-se com a obtenção de parâmetros reprodutíveis com importância clínica, ou seja, que permitam identificar as lesões que necessitam de intervenção. "Seria igualmente importante termos, no mesmo dispositivo, a capacidade de obter dados funcionais e morfológicos, com imagens, quer se trate de IVUS, OCT ou não", prossegue o professor Fausto J. Pinto.

 

Medições iFR e FFR

 

A nova guia de pressão "possibilita o cálculo de iFR e FFR, bem como o co-registo com iFR, o que permite obter dados importantes para avaliar a gravidade de uma lesão coronária", confirma o professor Fausto J. Pinto.

 

Outra diferença em relação aos fios-guias de pressão convencionais é a possibilidade de co-registar os dados de iFR no angiograma, para identificar com precisão as zonas dos vasos sanguíneos que requerem tratamento. 

 

O OmniWire está integrado no IntraSight, a plataforma de aplicações de intervenção da Philips que reúne um conjunto completo de modalidades clinicamente comprovadas, incluindo iFR, FFR, IVUS (ecografia intravascular) e co-registo, para simplificar intervenções complexas e acelerar os procedimentos rotineiros. Com a extração de iFR e o co-registo, os profissionais podem identificar os locais precisos que causam isquemia, planear o comprimento e a colocação do stent com um stent virtual e prever a melhoria fisiológica.  

Sobre a Royal Philips  

A Royal Philips (NYSE: PHG, AEX: PHI) é uma empresa líder em tecnologias de Saúde que se dedica a melhorar a vida das pessoas e a facilitar a obtenção de melhores desfechos no continuum de saúde, desde os hábitos saudáveis e prevenção até ao diagnóstico, tratamento e cuidados domiciliários. A Philips utiliza a sua tecnologia avançada e o seu profundo conhecimento clínico e do consumidor para oferecer soluções integradas. Com sede na Holanda, a empresa é líder em imagiologia de diagnóstico, terapia guiada por imagem, monitorização e informática da saúde, bem como saúde do consumidor e cuidados domiciliários. A Philips registou um volume de vendas de 17.300 milhões de euros em 2020 e emprega cerca de 78.000 pessoas, com operações comerciais e serviços em mais de 100 países. Poderá encontrar todas as notícias sobre a Philips em https://www.philips.pt/a-w/about/news/home

Ler maisLer menos

Topics

Contacts

César García Requena

Brand & Communications Manager

Health System

Philips Ibérica

Tel : +34 91 566 95 25

Media assets

Press releases

Get our press releases by e-mail

Share on social media

Nosso site pode ser melhor visualizado com a versão mais recente do Microsoft Edge, Google Chrome ou Firefox.