Radiologia

Tempo estimado de leitura: 7 a 8 minutos

E se os sistemas de radiologia obtinham sempre as imagens à primeira?

Sabemos que a IA* pode ajudar os radiologistas no processamento e interpretação de imagens, mas que impactos pode ter no ponto de aquisição de imagens?

 

Neste artigo, vamos ver como os "fluxos de trabalho inteligentes" automatizados e alimentados por IA podem apoiar os técnicos de radiologia e agilizar o respetivo fluxo de trabalho relacionado com a preparação do paciente, a seleção de parâmetros, a aquisição e o processamento de imagens. Estes fluxos de trabalho inteligentes são promissores em todas as principais modalidades de imagiologia (RM, TC, ultrassons e raios X) e estão todos relacionados com o aumento da eficiência e da confiança clínica dos operadores do sistema, para que se possam focar mais no paciente e menos na tecnologia.

Médico a preparar o paciente para monitorização

Resumo

Desafio


Com a falta de pessoal e variações na respetiva experiência nas operações de imagiologia, a crescente utilização da RM para diagnosticar uma variedade de condições e doenças coloca pressão sobre as equipas de RM para que encontrem novas eficiências que também permitam passar tempo de qualidade com o paciente.

Soluções


Philips SmartWorkflow para RM

Resultados

  • <Preparação de pacientes em 1 minuto para exames de rotina**
  • Elevada confiança, mesmo para o operador menos experiente**
  • Reprodução dos resultados de planeamento em >80% dos procedimentos**
  • Redução da carga de trabalho do técnico devido à automatização no planeamento e realização de exames**

A importância de uma ligação pertinente entre o paciente e o técnico


Um estudo da Philips de 2019 sobre 254 funcionários de radiologia em quatro países revelou que, enquanto os funcionários de radiologia consideram a comunicação com os pacientes extremamente importante para a satisfação no trabalho, na vida real, estas prioridades não se concretizam. Os inquiridos atribuíram ao "tempo de qualidade com os pacientes" uma classificação de importância de 4,3 em 5 relativamente à satisfação no trabalho, mas apenas 3 em 5 em relação ao trabalho atual.1


Num estudo semelhante sobre a experiência do paciente em imagiologia, a Philips aprendeu que os pacientes de imagiologia têm um forte desejo de interagir com os prestadores de cuidados que irão responder às suas preocupações antes e durante o procedimento.2 Na verdade, a capacidade de interagir com um técnico atento pode ajudar a atenuar o stress e a encorajar o cumprimento das instruções, duas coisas que podem afetar os resultados de imagiologia.

Se pudesse mudar algo para melhorar a minha satisfação geral no trabalho, seria a possibilidade de comunicar mais com os pacientes."

J., Técnico de radiologia, EUA

Gostaria que os enfermeiros [equipa de imagiologia] fossem mais empáticos."

Paciente de imagiologia, EUA

Pessoal de radiologia sob pressão


Mesmo antes da COVID-19, a pressão sobre o pessoal de radiologia para responder à crescente procura, bem como gerir a crescente complexidade do sistema, os orçamentos esticados e a falta de pessoal, já era elevada. No estudo acima referido sobre a experiência da equipa, a percentagem de inquiridos que descreve o nível de stress profissional como "moderado" ou "extremo" variou entre 40% em França, 44% nos EUA, 54% no Reino Unido até uns alarmantes 97% na Alemanha.
Níveis de stress profissional identificados entre técnicos de radiologia
Gráficos de barras que mostram os níveis de stress enfrentados pelas equipas de imagiologia nos EUA e na Europa, variando de 40% a 97%
Legenda dos gráficos de barras
Nota: devido ao arredondamento, alguns totais ficam abaixo de 100%
...o tempo por exame é muito curto, o que afeta a qualidade das imagens por estarmos todos stressados..."

S, Técnico de radiologia, Alemanha

Se estivermos no meio de um exame e houver 10 pacientes à espera, estaremos com pressa e poderão ocorrer erros."

A, Técnico de radiologia, França

Muitas vezes, os técnicos não almoçam porque estão muito ocupados durante o dia..."

C, Diretor de imagiologia, EUA

Em todas as regiões geográficas, a principal causa de stresse e esgotamento foi, de longe, a carga de trabalho.
As maiores fontes de stress ou esgotamento entre técnicos de radiologia
Gráficos de barras que mostram que a equipa de imagiologia nos EUA considera a carga de trabalho como a principal causa do stress no trabalho
Gráficos de barras que mostram que a equipa de imagiologia em França considera a carga de trabalho como a principal causa do stress no trabalho
Gráficos de barras que mostram que a equipa de imagiologia na Alemanha considera a carga de trabalho como a principal causa do stress no trabalho
Gráficos de barras que mostram que a equipa de imagiologia no Reino Unido considera a carga de trabalho como a principal causa do stress no trabalho
Gráficos de barras que mostram que a equipa de imagiologia nos EUA e na Europa considera a carga de trabalho como a principal causa do stress no trabalho

Como corolário, os inquiridos disseram que sentiam que quase um quarto do trabalho poderia ser automatizado. A resposta sublinha a grande oportunidade que existe para tornar o trabalho dos operadores de sistemas mais simplificado e menos stressante. Escusado será dizer que o ganho de produtividade pode ser utilizado não apenas para o envolvimento do paciente, mas também para cumprir os novos padrões de cuidados e desinfeção exigidos pela COVID-19. É aqui que os "fluxos de trabalho inteligentes" ativados por IA no ponto de aquisição de imagens podem ajudar a proporcionar uma experiência mais fiável, eficiente e centrada no paciente.

 

Vejamos o fluxo de trabalho de aquisição em RM.

Que tal seria ter um fluxo de trabalho otimizado desde o início?

Fotografia do ecrã tátil de um sistema de imagiologia por RM para a configuração do exame orientado
Configuração do exame orientado
Fotografia de um sistema de imagiologia por RM e paciente com deteção de paciente sem contacto para preparar o exame
Deteção de pacientes sem toque
Fotografia do técnico a utilizar o ecrã tátil do sistema de imagiologia por RM para ativar o início automático com um toque
Início automático com um toque
Fotografia do médico junto ao monitor a rever imagens, ilustrando o planeamento, o exame e o processamento rápidos das imagens de RM
Planeamento, exame e processamento rápidos

Por que motivo precisamos de fluxos de trabalho inteligentes, especialmente em RM


A eficiência do fluxo de trabalho e a facilidade de utilização compõem mais de 25% da probabilidade de obter imagens corretas à primeira.1

 

E se houvesse forma de obter uma produtividade elevada, permitindo simultaneamente que o seu pessoal se concentre no que mais importa, os pacientes? Reduzir e simplificar o número de passos necessários num fluxo de trabalho de exames de RM convencional? Utilizar tecnologia para orientar e dar instruções quando necessário e até automatizar sempre que possível? Este tipo de solução de fluxo de trabalho completa poderia aumentar diretamente a eficiência através da redução da variabilidade e da automatização de tarefas, o que permitiria uma melhor experiência para o paciente e a equipa, resultando numa produtividade centrada no paciente.


É aqui que entra o Philips MR SmartWorkflow. Ao reduzir e simplificar o número de passos necessários para a preparação do paciente, até mesmo os novos operadores que nunca trabalharam com o aparelho podem continuar com confiança e permanecer focados na interação com os pacientes.

O Dr. Peña explica brevemente como a automação do sistema de RM permite suster a respiração por menos tempo

O Dr. Peña explica brevemente como a automação do sistema de RM permite suster a respiração por menos tempo
Assim que o paciente é colocado no sistema, o VitalEye observa e marca a frequência respiratória. Assim que fechar a porta, pode começar o exame. É possível manipular estes segmentos para reduzir a suspensão da respiração. Isto melhorou significativamente a qualidade da imagem."

Dr. Constantino Peña

Miami Cardiac & Vascular Institute, Baptist Health South Florida, EUA

Resultados

Todo o fluxo de trabalho é simples: posicionamento e configuração do paciente; início do exame assim que saímos da sala de exame; ecrã tátil intuitivo na gantry; deteção do paciente sem toque… Todas estas coisas são muito melhores do que no nosso sistema antigo."

Laura Barlow, RTMR

Supervisora técnica de RM, Universidade da Colúmbia Britânica – Vancouver, BC, Canadá

Não precisamos de instruir manualmente o paciente para respirar e não respirar. Podemos avançar e deixar a máquina dar as instruções de respiração enquanto continuamos o nosso planeamento do exame."

Carlos Ávila, RT

Técnico no Miami Cardiac & Vascular Institute

Veja o MR SmartWorkflow em ação

Produtividade centrada no paciente
Logótipo dos programas de prémios drivenxdesign, London Design Awards 2020
A solução MR SmartWorkflow recebeu um prestigiado prémio GOLD de design dos London Design Awards 2020.
Está intrigado com o que os fluxos de trabalho mais inteligentes podem fazer por si e pela sua equipa? Nós estamos. É por isso que estamos tão focados em melhorá-los! De RM a TC a raios X e ultrassons, estamos a inovar fluxos de trabalho inteligentes que ajudam a obter sempre a imagem correta à primeira.

Saiba mais sobre as soluções SmartWorkflow

Philips SmartWorkflow


O MR SmartWorkflow na sala de exames permite que as equipas se concentrem menos na tecnologia e interajam com os pacientes.

Saiba mais


Tem interesse em saber mais sobre como estas soluções podem ajudar a abordar os seus desafios?
Artigo

O impacto do SmartWorkflow no departamento de RM do Hospital Herlev na Dinamarca
Artigo

Sete inovações no fluxo de trabalho de radiologia que estão a melhorar a eficiência e a qualidade dos cuidados
Partilhe este artigo

Resumo

Desafio

Com a falta de pessoal e variações na respetiva experiência nas operações de imagiologia, a crescente utilização da RM para diagnosticar uma variedade de condições e doenças coloca pressão sobre as equipas de RM para que encontrem novas eficiências que também permitam passar tempo de qualidade com o paciente.

Resultados

  • <Preparação de pacientes em 1 minuto para exames de rotina**
  • Elevada confiança, mesmo para o operador menos experiente**
  • Reprodução dos resultados de planeamento em >80% dos procedimentos**
  • Redução da carga de trabalho do técnico devido à automatização no planeamento e realização de exames**
Pessoas a conversar

Vamos continuar a conversa

Partilhe este artigo
Integração de fluxos de trabalho de radiologia

Integração de fluxos de trabalho de radiologia para acelerar o diagnóstico de precisão

A Philips ajuda a integrar fluxos de trabalho de radiologia para que chegue mais rapidamente a um diagnóstico de precisão. Melhore e simplifique os fluxos de trabalho. Veja como.

* Aceitamos a seguinte definição formal de IA (fonte: HLEG definition AI)

Os sistemas de inteligência artificial (IA) são sistemas de software (e possivelmente também de hardware) concebidos por seres humanos que, tendo em conta um objetivo complexo, atuam na dimensão física ou digital ao perceberem o ambiente através da aquisição de dados, interpretando os dados estruturados ou não estruturados recolhidos, tirando proveito do conhecimento, ou processando a informação derivada destes dados e decidindo a(s) melhor(es) ação(ões) a tomar para alcançar o objetivo.

 

Os sistemas de IA podem utilizar regras simbólicas ou aprender um modelo numérico e também podem adaptar o comportamento ao analisar a forma como o ambiente é afetado pelas ações anteriores.

Como disciplina científica, a IA inclui várias abordagens e técnicas, como a aprendizagem automática (das quais a aprendizagem profunda e a aprendizagem de reforço são exemplos específicos), o raciocínio de máquina (que inclui planeamento, programação, representação e raciocínio de conhecimentos, pesquisa e otimização), e a robótica (que inclui controlo, perceção, sensores e atuadores, bem como a integração de todas as outras técnicas em sistemas ciberfísicos).
Os resultados apresentados são apenas para fins ilustrativos e não são preditivos de resultados reais para a sua empresa.

 

** Com base em testes internos.

 

1. Inquérito a técnicos e diretores de imagiologia sobre os impactos e a satisfação dos serviços de radiologia. Um estudo de investigação realizado para a Philips pelo The MarkeTech Group, 2019.

2. Melhorar a experiência do paciente em imagiologia: um inquérito ao paciente sobre procedimentos de imagiologia recentes. Um estudo de investigação realizado para a Philips pela Kantar TNS, 2017.

1
Selecione a sua área de interesse
2
Detalhes do contato

Estamos sempre interessados em colaborar

Diga-nos como podemos ajudar

1
2
Detalhes do contato

Nosso site pode ser melhor visualizado com a versão mais recente do Microsoft Edge, Google Chrome ou Firefox.