Philips reforça a proteção cardíaca dos participantes dos circuitos Running Wonders EDP, com bicicletas equipadas com desfibrilhadores

 

  • Circuito Running Wonders EDP promove corridas de atletismo em territórios nacionais classificados pela UNESCO como Património Mundial, como o Douro Vinhateiro, Coimbra e Évora, entre outros
  • Cinco bicicletas equipadas com desfibrilhadores Philips vão acompanhar os atletas durante o trajeto das corridas, de forma a garantir que estão a menos de 10 minutos de alcance de qualquer corredor, o tempo máximo para salvar uma pessoa que entre em paragem cardíaca
  • Em Portugal, as doenças cardiovasculares são a principal causa de morte, registando-se, anualmente, cerca de 4.000 mortes por paragem cardíaca e 31.000 devido a doenças cardiovasculares

25 de Março 2017

Lisboa – A Philips, líder mundial em tecnologia de saúde, vai participar no circuito de corridas Running Wonders EDP com cinco bicicletas equipadas com um desfibrilador portátil. Esta iniciativa pretende impulsionar a prevenção cardíaca entre os praticantes de desporto e sensibilizar para a importância de uma desfibrilação célere, após uma paragem cardíaca, pois nestes casos cada minuto conta.

A saúde do coração é uma preocupação cada vez mais latente nos dias de hoje, sendo as doenças cardiovasculares a principal causa de morte em Portugal e no mundo. Segundo dados do INE*, cada ano morrem cerca de 31.000 pessoas em Portugal devido a doenças cardiovasculares, aproximadamente 30% do total de óbitos, e o ataque cardíaco é responsável pela morte de cerca de quatro mil portugueses todos os anos. Um factor determinante na taxa de sobrevivência a uma paragem cardíaca é o tempo que decorre desde que esta acontece até à desfibrilhação, uma vez que a vítima vai perdendo capacidades por cada minuto que passa. O acesso rápido a um equipamento de desfibrilhação pode aumentar a sobrevivência para 3 em cada 4 casos de paragem cardíaca.

 

Para sensibilizar para a importância do acesso rápido a equipamentos de desfibrilhação portáteis, cinco bicicletas equipadas com um desfibrilador Philips vão acompanhar os participantes em todas as etapas do circuito de corridas Running Wonders EDP. O objetivo é assegurar que há um desfibrilador móvel a menos de 10 minutos de distância de qualquer corredor, uma vez que é o tempo máximo que deve decorrer entre uma paragem cardíaca e a consequente desfibrilhação.

 

Os operadores que vão de bicicleta acompanhar os atletas durante as corridas estão devidamente certificados para o uso do dispositivo portátil de desfibrilhação e actuarão em coordenação com o serviço de emergência no local, como previsto no Decreto-Lei 188/2009, de 12 de agosto (alterado posteriormente pelo Decreto-Lei 184 / 2012, de 8 de Agosto), que regula a instalação de equipamentos deste tipo em locais de acesso público, bem como a desfibrilhação automática externa (DAE) efetuada por operadores certificados, sob supervisão médica. Segundo dados do INEM*, estima-se que em Portugal são mais de 10.000 o número de operadores certificados para a prática de DAE nos mais de 800 espaços públicos equipados para proporcionar auxílios em caso de paragem cardiorrespiratória.

 

De acordo com Manuel Eugénio, Country Manager da Philips Portugal, a associação da empresa a este circuito de corridas reforça “a presença da Philips em todo o ciclo de saúde das pessoas, neste caso ligada mais concretamente à promoção de hábitos de vida saudáveis, à prevenção e ao tratamento dos problemas do coração.” Sob o lema “em menos de 10” (minutos), Manuel Eugénio afirma que a Philips pretende “sensibilizar para a importância da existência de dispositivos de desfibrilhação e de pessoas qualificadas para os utilizar, de modo a aumentar a rapidez e eficácia de resposta a paragens cardiorrespiratórias.”

 

O desfibrilhador integrado nas bicicletas é pequeno e leve, tornando mais fácil o transporte até à vítima. Guia passo a passo tanto o processo de desfibrilhação como a Reanimação Cardio Pulmonar (RCP) através de um sistema de voz em português, capaz de adaptar as instruções a seguir aos diferentes níveis de habilidade do usuário. Os elétrodos integrados no equipamento são colocados sobre a pele da vítima para analisar o seu ritmo cardíaco e transferir esta informação ao desfibrilhador, de modo que o uso do dispositivo é totalmente seguro para o paciente. Ainda que haja um descuido, o botão através do qual a descarga é aplicada não será ativado se a frequência cardíaca detetada não for suscetível de descarga.

 

O circuito de corridas Running Wonders, organizado pela Global Sport, é um conjunto de etapas de Norte a Sul de Portugal que visa promover as regiões consideradas pela UNESCO de Património Mundial. De Guimarães a Évora, passando pelo Douro, Viseu, Guarda e Coimbra, estas provas prometem pôr o coração dos participantes a bater de forma acelerada, não só pelo esforço mas também pela emoção de estar a percorrer territórios reconhecidos internacionalmente pela sua beleza natural.

 

*1 - Fonte: INE – Publicação “Causas de Morte 2014”, Edição 2016

*2 - Fonte: INEM – Plano Estratégico 2014/2016

Para mais informações:

 

Cátia Fernandes
Philips Ibérica

Comunicação, RP y RSC
Mobile: +34 672 631 80
catia.fernandes@philips.com

 

Ángeles Barrios

Philips Ibérica

Diretora de Comunicação, RP y RSC

Tel: 0034 915669040

angeles.barrios@philips.com

Sobre a Royal Philips

A Royal Philips (NYSE: PHG, AEX: PHI) é uma empresa líder em tecnologias da saúde, focada em melhorar a vida das pessoas e em facilitar a obtenção de melhores resultados no processo contínuo de saúde, desde os hábitos de vida saudáveis e prevenção, até ao diagnóstico, tratamento e cuidados domiciliários. A Philips utiliza a sua tecnologia avançada e os profundos conhecimentos clínicos que tem, bem como a compreensão das necessidades do consumidor, para oferecer soluções integradas. A empresa é líder em imagem de diagnóstico, terapia guiada por imagem, monitorização e informática de saúde, bem como em saúde do consumidor e cuidados domiciliários. Com sede na Holanda, a Philips registou em 2016 vendas de 17.400 milhões de euros no seu portfolio de tecnologias da saúde e emprega atualmente cerca de 71 mil pessoas, tendo operações comerciais e serviços em mais de 100 países. Todas as informações sobre a Philips estão disponíveis em  www.philips.pt