Radiologia

Tempo estimado de leitura: 4 a 5 minutos

E se os radiologistas pudessem reduzir significativamente o tempo de criação de relatórios enquanto aumentam o valor do relatório?

Esperamos uma experiência multimédia no nosso quotidiano. Porque não aprofundar as informações clínicas, trazendo uma experiência multimédia para os relatórios de radiologia, especialmente se for fácil?

Este artigo analisa os relatórios multimédia hiperligados e ativados por voz, que estão a alterar de forma definitiva a criação de relatórios de radiologia. Este tipo de relatórios responde às necessidades dos médicos requisitantes de hoje, que pretendem tempos de resposta rápidos e também relatórios com mais informações. Tornar a criação destes relatórios rápida e fácil ajuda os radiologistas a poupar tempo, enquanto aumentam o valor do relatório.

Em oncologia e noutros domínios clínicos complexos, em que os pacientes são frequentemente seguidos por longos períodos de tempo, os médicos requisitantes pretendem relatórios de radiologia que forneçam informações detalhadas e longitudinais, sem terem de procurar relatórios anteriores e comparar imagens manualmente.

Radiologista a trabalhar a partir de casa

Resumo

Desafio


Atualmente, os radiologistas continuam a enfrentar o desafio de importar manualmente medições e achados relevantes para o relatório de radiologia, o que pode levar a erros e não transmitir adequadamente o valor da sua análise e informações clínicas.

Solução

Resultados


Uma interface do utilizador única para a leitura de imagens e criação de relatórios, que inclui reconhecimento de voz, edição e a capacidade de incorporar imagens-chave para comparação lado a lado. Visualize facilmente os achados marcados como parte do estudo imagiológico completo.

Quão sério é o problema da criação de relatórios?

97%  dos departamentos de radiologia não conseguem cumprir os requisitos de criação de relatórios1

É mais difícil cumprir as exigências em evolução se os seus relatórios de radiologia ficarem presos no passado

Desde que Wilhelm Röntgen descobriu os raios X há 125 anos, os relatórios de radiologia não mudaram fundamentalmente em termos de formato, apoiando-se numa narrativa baseada em texto para transmitir os achados aos médicos e pacientes.2 O que mudou foram as expectativas de que os radiologistas forneçam relatórios em tempos de resposta rápidos, para fornecer aos médicos requisitantes os dados de que necessitam, quando necessitam, no local de tratamento.

Este desafio é complicado pela dificuldade de avaliar dados que podem existir em vários locais, de várias modalidades, adquiridos a vários níveis de qualidade de imagem, bem como pela necessidade de utilizar várias soluções de visualização avançada em soluções de estação de trabalho separadas para lidar com casos complexos. Os gestores de radiologia são desafiados pela necessidade de todo o departamento de garantir que os relatórios são lidos com precisão e que os médicos e outros radiologistas são consultados conforme apropriado. Isto é exigir muito de um relatório de radiologia à moda antiga.

O tempo do radiologista é valioso


Tendo em conta a insaciável procura de imagiologia de diagnóstico por parte dos cuidados de saúde e a crescente escassez global de profissionais de imagiologia, os radiologistas estarão sob maior pressão para produzirem relatórios atempados, com melhores dados e melhores informações clínicas. Apoiá-los é essencial para ajudar as equipas de prestação de cuidados a fazerem avançar os pacientes de forma eficiente ao longo do processo de cuidados.

Melhor comunicação de informações e mais valor para os médicos requisitantes


Felizmente, os relatórios de radiologia estão a evoluir para o mundo de hiperligações, ativação por voz e multimédia, que já nos capacita no nosso dia a dia. Um relatório mais rico em conteúdo e facilmente criado permite que os radiologistas partilhem os dados e análises por trás da interpretação de imagens, proporcionando um maior valor aos médicos requisitantes.

Os relatórios multimédia interativos permitem que os radiologistas integrem imagens-chave para comparação lado a lado, com hiperligações para visualizar estudos anteriores comparados no visualizador para instalações hospitalares, bem como tabelas e gráficos para monitorizar claramente o progresso dos achados ao longo do tempo.

Com o ditado de voz, o médico pode simplesmente utilizar comandos como "adicionar imagens-chave" para integrar imagens no relatório. A adição de dados quantitativos a partir do pós-processamento avançado também é fácil. Não há necessidade de navegar entre diferentes separadores, locais no menu ou na aplicação. Os relatórios multimédia interativos nativos e as aplicações de visualização avançada, como parte de um único espaço de trabalho unificado, eliminam a necessidade de uma solução de criação de relatórios separada.

Veja o conteúdo rico de um relatório multimédia

Infográfico

Com relatórios multimédia e marcadores avançados, os radiologistas podem criar relatórios com melhores dados e melhores informações clínicas, sem a necessidade de adquirir uma solução de criação de relatórios dedicada.

Infográfico para dispositivo móvel

Como o Hospital Nuestra Señora del Rosario está a poupar tempo e a aumentar o valor dos relatórios de radiologia


Os radiologistas no Hospital Nuestra Señora del Rosario, em Madrid, Espanha, partilham a forma como os relatórios multimédia otimizaram os seus fluxos de trabalho clínicos e automatizaram a comunicação de informações clínicas.

O aumento da automatização e da quantificação aumenta consideravelmente a qualidade do relatório."

Eliseo Vañó Galván, MD

Radiologista Cardiovascular e Presidente do Departamento de TC e RM do Hospital Nuestra Señora del Rosario, Madrid, Espanha

História de clientes


Interessado em saber mais sobre por que motivo as equipas do Hospital Nuestra Señora del Rosario adotaram os relatórios multimédia?

Poupe 8,9 minutos na avaliação da carga tumoral, em comparação com relatórios apenas de texto3*

Os técnicos superiores de radiologia que adotaram os relatórios multimédia dizem, em tom de brincadeira, que os seus colegas clínicos nunca os deixarão voltar aos relatórios "à moda antiga". Os médicos requisitantes podem agora clicar nas imagens integradas para uma inspeção com maior detalhe, sem terem de sair do relatório. Isto pode poupar muito tempo. Um estudo mostrou que os relatórios multimédia podem poupar 8,9 minutos aos oncologistas na avaliação da carga tumoral de um paciente, em comparação com os relatórios apenas de texto.3

Poupe tempo enquanto aumenta a qualidade


Os relatórios multimédia comprovaram ser uma solução de poupança de tempo para os radiologistas, mesmo que aumentem significativamente a profundidade e a qualidade das informações que transmitem. Com capacidade de reconhecimento de voz integrada, este módulo da plataforma de imagiologia para instalações hospitalares da Philips pode ajudar a reduzir o tempo de resposta da criação de relatórios, eliminando a necessidade de escrever e introduzir manualmente os dados do paciente ou o contexto clínico. Os dados do exame podem ser inseridos diretamente nos relatórios, permitindo aos radiologistas rever e aprovar rapidamente os relatórios finais, ao mesmo tempo que fornecem contexto clínico aos médicos requisitantes.

Como a Philips pode apoiar

O módulo de relatórios multimédia interativos da Philips oferece aos utilizadores uma interface única para ler imagens e criar relatórios, com a capacidade de integrar imagens-chave para comparação lado a lado, adicionar diagramas, gráficos e hiperligações para visualizar facilmente achados marcados como parte do estudo imagiológico completo e utilizar as capacidades de reconhecimento de voz e edição. Tudo isto é integrado com dados quantitativos de pós-processamento avançado em dúzias de aplicações de análise de imagens.

Saiba mais

Tem curiosidade em saber como esta solução pode ajudar a resolver os seus desafios de criação de relatórios?

* Os resultados apresentados são apenas para fins ilustrativos e não são preditivos de resultados reais para a sua empresa.

  1. www.cqc.org.uk/sites/default/files/20180718-radiology-reporting-review-report-final-forweb.pdf.
  2. Folio L, et al. Multimedia-enhanced radiology reports: concept, components, and challenges. RadioGraphics. 2018;38(2): DOI: 10.1148/rg.2017170047
  3. Folio L, et al. Initial experience with multi-media and quantitative tumor reporting appears to improve oncologist efficiency in assessing tumor burden. Resultados da investigação apresentados no 101.º Encontro Cientifico e Reunião Anual da RSNA. Chicago, IL, 2015. archive.rsna.org/2015/15005140.html.

Registe-se para receber notícias e atualizações da Philips

Resumo

Desafio
Atualmente, os radiologistas continuam a enfrentar o desafio de importar manualmente medições e achados relevantes para o relatório de radiologia, o que pode levar a erros e não transmitir adequadamente o valor da sua análise e informações clínicas.

Solução

Resultados
Uma interface do utilizador única para a leitura de imagens e criação de relatórios, que inclui reconhecimento de voz, edição e a capacidade de incorporar imagens-chave para comparação lado a lado. Visualize facilmente os achados marcados como parte do estudo imagiológico completo.

Outros desafios do fluxo de trabalho de radiologia em foco

Radiologista a verificar um monitor

Integração de fluxos de trabalho de radiologia para acelerar a obtenção de diagnósticos precisos


A Philips ajuda a integrar fluxos de trabalho de radiologia para que chegue mais rapidamente a um diagnóstico de precisão. Melhore e simplifique os fluxos de trabalho. Veja como.

1
Selecione a sua área de interesse
2
Detalhes do contato

Estamos sempre interessados em colaborar

Diga-nos como podemos ajudar

1
2
Detalhes do contato

You are about to visit a Philips global content page

Continue

You are about to visit the Philips USA website.

I understand

You are about to visit a Philips global content page

Continue

You are about to visit the Philips USA website.

I understand

Nosso site pode ser melhor visualizado com a versão mais recente do Microsoft Edge, Google Chrome ou Firefox.