1
Cuidados respiratórios

Um plano de ação personalizado contra a asma

    Um plano de ação contra a asma (também denominado plano de tratamento) é um plano escrito desenhado por si e pelo seu profissional de saúde que fornece instruções sobre como controlar a sua asma ou a dos seus filhos.1

     

    Como os sintomas e desencadeadores da asma de cada pessoa podem ser diferentes, o plano de ação deve ser personalizado ou adaptado à asma de cada pessoa. Contacte o seu profissional de saúde e marque uma consulta para desenvolver este plano de ação.

     

    Antes de começar a gestão da asma, é importante saber um pouco mais sobre a asma da criança. Quais são os sinais de aviso precoce, os sintomas e os desencadeadores? Estas informações devem ser registadas num diário ou numa aplicação para a asma.

    Desencadeadores comuns da asma

     

    Os desencadeadores podem ser específicos de cada pessoa asmática. Os mais habituais são os seguintes2:
     

    • Vírus, tais como os de uma constipação ou gripe
    • Alergénios, tais como pólen, ácaros do pó, esporos, partículas de animais
    • Actividade física (asma induzida pelo exercício)
    • Ar frio
    • Contaminantes do ar e irritantes, tal como o fumo
    • Determinados medicamentos, incluidos os betabloqueantes
    • Emociones fortes e stress
    • Sulfitos e conservantes adicionados a alguns tipos de alimentos e bebidas, incluindo camarão, frutos secos, batatas processadas, cerveja e vinho
    • A doença de refluxo gastroesofágico (DRGE), uma condição na qual os ácidos do estômago regressam à garganta

     

    É importante não só acompanhar a exposição aos desencadeadores, mas também se os sintomas ocorrem.1 Trata-se de informações úteis para ajudá-lo a si e ao seu profissional de saúde não só a identificar os desencadeadores da asma, como também a desenvolver um plano de controlo dos mesmos. Estes desencadeadores individuais e o plano de controlo para a sua devem estar indicados no plano de ação contra a asma. Gerir a qualidade do ar exterior pode ajudá-lo a gerir os alergénios e os desencadeadores.

    Desencadeadores da asma

    Sintomas e sinais de aviso precoce

    Também será útil identificar os sintomas e os sinais de aviso precoce. Exemplos de sintomas são acordar de noite, tossir, pieira, aperto no peito e falta de ar durante o exercício. Os sintomas também são exclusivos de cada pessoa. Nem todas as pessoas com asma têm pieira. Em alguns casos, o único sintoma poderá ser a tosse3. O plano de ação contra a asma deve dispor de um espaço para indicar os sintomas pessoais e instruções passo-a-passo relativamente a como gerir os sintomas.

    Leituras de fluxo de pico

    A leitura do fluxo de pico é uma medida da rapidez com que o utilizador pode expelir o ar dos pulmões utilizando um medidor do fluxo de pico. Tal como acontece com os desencadeadores e os sintomas, a leitura do fluxo de pico de cada pessoa com asma pode ser diferente. Por isso, quando se utiliza um medidor do fluxo de pico, é importante determinar qual a leitura do melhor fluxo de pico do utilizador ou da criança. A leitura do melhor fluxo de pico é a leitura mais alta que se pode atingir quando a asma está bem controlada. Para determinar o melhor fluxo de pico, meça as leituras de fluxo de pico duas vezes ao dia durante duas semanas, registe-as numa tabela de fluxo de pico e partilhe essas leituras com o seu profissional de saúde. Como diferentes medidores de fluxo de pico podem proporcionar leituras ligeiramente diferentes, é importante que utilize o mesmo medidor de fluxo de pico. O profissional de saúde pode utilizar estas leituras para determinar a leitura do melhor fluxo de pico do utilizador ou da criança. Esta leitura será utilizada pelo profissional de saúde para ajudar a desenvolver um plano de ação personalizado contra a asma. 

    Noções sobre zonas


    As três zonas de gestão da asma fazem parte de um plano de ação contra a asma. Estas são um sistema simples de cores para ajudar os pacientes e os pais das crianças com asma a reconhecerem a gravidade dos sintomas da asma e as alterações dos fluxos de pico, de forma a poderem utilizar as medicações no momento certo e administrar a dose correta de medicação. As instruções do sistema de zonas estão definidas como um semáforo de trânsito, o que as torna simples de compreender.

     

    O seu profissional de saúde pode utilizar as informações registadas no diário relativamente aos desencadeadores da asma, às leituras de fluxo de pico, aos sintomas e aos sinais de aviso precoce, de forma a desenvolver um plano de ação contra a asma personalizado utilizando o sistema de zonas. O profissional pode ensiná-lo a utilizar o sistema de zonas para avaliar a gravidade e a frequência dos sintomas da asma, as alterações nas leituras do fluxo de pico e a forma de seguir as instruções de uso das medicações contra a asma.

     

    As zonas e as instruções escritas pelo profissional de saúde serão expostas no plano de ação contra a asma como um semáforo:

     

    Verde significa que a asma está bem controlada. Você ou a criança não apresentam sintomas e as leituras do fluxo de pico estão entre 80 e 100% da leitura de melhor fluxo. Pode desenvolver atividades regulares. Na zona verde, as instruções de medicação fornecem detalhes sobre como tomar as medicações de controlo diário.

    Amarelo significa que estão presentes sintomas, as leituras do fluxo de pico estão entre 50 e 80% da leitura de melhor fluxo. Deve proceder com precaução. A zona amarela contém instruções sobre a frequência de como deve usar as medicações de alívio e quando contactar o seu profissional de saúde.

    Vermelho significa que apresentam sintomas graves e as leituras do fluxo de pico são inferiores a 50% da leitura de melhor fluxo. Deve parar e pedir ajuda médica, A zona vermelha contém instruções relativas ao uso imediato medicações de alívio e instruções para telefonar de imediato ao profissional de saúde ou, em alternativa, chamar o 112.

    Zonas do medidor de fluxo de pico PersonalBest


    Muitos medidores de fluxo de pico possuem indicadores de zona que podem ser definidos pelo profissional de saúde no mesmo medidor. Quando as zonas estiverem definidas, o indicador aponta para a zona verde, amarela ou vermelha, o que permite avaliar rapidamente em que zona se encontra a leitura do fluxo de pico do utilizador ou da criança. Depois, poderá consultar o plano de ação personalizado e seguir as instruções fornecidas pelo profissional de saúde sobre como tomar as medicações contra a asma.
    Zona verde

    Zona verde

    Zona verde
    Zona amarela

    Zona amarela

    Zona amarela
    Zona vermelha

    Zona vermelha

    Zona vermelha

    Por que é que um plano de ação contra a asma é tão útil?

     

    Se ainda não tem a certeza de como um plano de ação pode fazer a diferença, pode utilizá-lo para o seguinte:

    • detetar os sinais que indicam que a asma está a piorar, para que possa obter ajuda rapidamente e reduzir o risco de ter um ataque de asma2
    • perceber quando e como tomar a medicação, de forma a manter a asma bem controlada
    • voltar a controlar a sua asma, se não tiver estado a utilizar o inalador de controlo conforme indicado
    • ter a certeza do que fazer se tiver um ataque de asma2
    • monitorizar a sua asma no dia-a-dia2
    • permitir que os seus amigos e familiares saibam o que fazer em caso de emergência –mostre o seu plano de ação às pessoas que estão mais de perto de si2
    • verificar quando tem a próxima consulta de acompanhamento2
    • guardar o número de contacto dos seus profissionais de saúde.2

    Se a minha asma sofrer alterações, o meu plano não fica desatualizado?

     

    O seu plano de ação contra a asma deve ser revisto e atualizado pelo menos uma vez por ano, na consulta de asma com o seu médico1. Não se esqueça de o levar consigo a cada consulta – incluindo qualquer consulta de emergência ou de outro médico – de forma a que, se houver alterações à forma de combater a sua asma, o plano possa ser atualizado. Também é útil para que as pessoas do hospital possam ver as informações do seu plano de ação, em especial se lhe for difícil falar devido aos sintomas2.

    Esteja preparado


    Uma lista de números de contacto de emergência.
     É importante ter uma lista dos números de telefone dos profissionais de saúde e dos números de emergência no plano de ação. Se este plano for destinado para os seus filhos, não se esqueça de incluir o seu número de telemóvel.

     

    A preparação é fundamental. Assim que tiver um plano de ação personalizado contra a asma, predisponha-se a utilizá-lo.

     

    Mantenha o plano de ação num lugar prático, de forma a poder atuar de forma rápida. Guarde uma cópia em casa – por exemplo, na porta do frigorífico. Tal como no caso da medicação de alívio, não se esqueça de ter uma cópia quando sair de casa. Guarde a cópia na mala, na mochila ou na carteira, para ter acesso imediato.

     

    Reveja-o com todas as pessoas envolvidas nos cuidados. Devrão estar incluídos todos os familiares, para que saibam o que fazer em caso de emergência. Se o plano de ação pertencer a um filho, entregue uma cópia na escola e reveja-o com os professores.

     

    Mantenha o plano de ação atualizado. 

    Os sintomas da asma, os desencadeadores e as medicações mudam com o tempo. Faça check-ups regulares com o profissional de saúde e ajuste o plano de ação conforme necessário.

    para receber mais informações

    Quer saber mais?

    Registe-se para se manter informado
    É um profissional de cuidados de saúde

    É um profissional de cuidados de saúde?

    RENÚNCIA DE RESPONSABILIDADE:
    As informações deste website são apenas informativas e não devem substituir o parecer de um médico.

    NOTAS DE RODAPÉ:
    [1] mayoclinic.org/diseases-conditions/asthma/in-depth/asthma/art-20044888. Acedido em outubro de 2017.

    [2] asthma.org.uk/advice/manage-your-asthma/action-plan. Acedido em outubro de 2017.

    [3] Webmd.boots.com. Asthma/guide/asthma-symptoms. Acedido em novembro de 2017.