1
Alergénios em casa - Tipos de pólen

Alergénios em casa

E como a Philips pode ajudar

Leitura em 5 min.

As conclusões preliminares de um estudo realizado pelo Centro Alemão de Investigação de Alergias e Ambiente indica que os purificadores de ar Philips podem remover rapidamente os alergénios de ácaros do pó do ar interior.

 

O Prof. Dr. Jeroen Buters e uma equipa de investigadores do Centro de Alergias e Ambiente (ZAUM) realizaram recentemente um estudo para testar os purificadores de ar Philips em casas reais.

 

O ZAUM pertence à Universidade Técnica de Munique (TUM) e ao Helmholtz Zentrum München (HMGU) e é membro do Centro Alemão de Investigação Pulmonar. De acordo com respetivo site, "os objetivos do ZAUM são o de promover a investigação sobre doenças alérgicas de forma a obter conhecimentos mecanicistas sobre a doença, impulsionar desenvolvimentos terapêuticos de forma a fornecer melhores cuidados ao paciente ou até prevenir o aparecimento de doenças alérgicas."

 

O material fecal dos ácaros do pó (HDM) é a principal fonte de alergénios internos, ficando suspenso no ar como partículas ambientais (PM) após movimentos. O estudo investigou o desempenho dos purificadores de ar Philips quanto à remoção dos alergénios de HDM e de outras frações de PM do ar em 22 casas em Munique, na Alemanha. "Sabíamos, através de testes laboratoriais e testes em câmaras ambientais, que os nossos purificadores de ar são bastante potentes no que diz respeito à filtragem de poluentes do ar, mas queríamos confirmar que os alergénios e as partículas também podem ser removidos em condições mais realistas. Por isso, trabalhámos em conjunto com o Prof. Dr. Buters para testarmos o nosso mais recente modelo AC4236 nos quartos das casas onde as pessoas realmente vivem", explica Michael Scheja, cientista principal da Philips Research.

Tipos de pólen, soluções de qualidade do ar da Philips

Para além de serem portadoras de diferentes tipos de alergénios, as PM também são conhecidas devido aos vários efeitos negativos para a saúde que afetam o sistema respiratório e cardiovascular (sintomas respiratórios, agravamento da asma, aumento dos internamentos, etc.).

 

As avaliações foram concluídas recentemente e os resultados preliminares indicam que os alergénios dos ácaros transportados pelo ar e as partículas ambientais relacionadas com partículas ultrafinas, PM1, PM 2,5 e PM 10 são eficientemente reduzidas com a utilização de purificadores de ar. Quanto menos substâncias nocivas estiverem suspensas no ar, menor será a quantidade disponível para inalação direta por parte dos ocupantes do espaço interior.

 

Está em curso a análise detalhada de todos os dados recolhidos durante o estudo e está a preparar-se a publicação dos resultados finais numa revista especializada. Prevê-se que estas conclusões sejam submetidas para a revista especializada no final deste ano.

 

O Prof. Dr. Buters, diretor adjunto do Centro de Alergias e Ambiente ZAUM em Munique, na Alemanha, afirma que "de acordo com as nossas informações, este é o estudo mais abrangente e que mostra que os purificadores de ar portáteis podem reduzir o HDM do ar bem como outros tipos de alergénios com diferentes partículas de frações de tamanho nas casas domésticas".

Mais sobre artigos sobre a qualidade do ar

You are about to visit a Philips global content page

You are about to visit the Philips USA website.

Nosso site pode ser melhor visualizado com a versão mais recente do Microsoft Edge, Google Chrome ou Firefox.